9 de set de 2016

Noruega – iraquiano recebe sete anos de prisão por estupros em Oslo

O Tribunal Distrital de Oslo entregou o veredicto de culpado na quarta-feira.



The Local NG, 07 de setembro de 2016. 



O tribunal Distrital de Oslo nessa quarta-feira condenou o iraquiano de 38 anos a sete anos de prisão por três estupros e tentativa de estupro na capital norueguesa. 

Os estupros e tentativas de estupro ocorreram todos em Oslo entre 2007 e 2010. O homem reconheceu no tribunal que ele tinha estado em contato com as mulheres, mas negou que as atacou. 

O homem foi acusado de oito tentativas de estupro. Duas acusações foram revistas por relações sexuais sem consentimento. O homem também foi absolvido de uma tentativa de estupro em que não há nenhuma evidência de DNA. 
O promotor buscava aplicar nove anos de prisão, afirmando aos especialistas que o réu era muito manipulador, e que tinha traços psicopáticos e era muito provável que realizasse mais ataques sexuais. 

O homem iraquiano chegou a Noruega como um requerente de asilo em 2005. Quando a polícia suspeitou do estupro em 2010, ele retornou ao seu país de origem. Ele foi preso no ano passado após uma das mulheres relatar que o reconheceu nas ruas de Oslo. 

Além da sentença de sete anos, o homem também foi condenado a pagar as mulheres uma quantia de 730.000 coroas. 

Após o veredito de culpado ser entregue na quarta-feira, será considerado um tempo para o pedido de recuso pelo homem [apelação]. 

Artigo recomendado:

Nenhum comentário:

Postar um comentário