9 de ago de 2016

França - dois mortos em confronto de gangues em Marselha - "coincidentemente" uma das cidades mais muçulmanas

Prólogo


A maior coincidência nisso tudo é o descarte de terrorismo. Pode não ter sido claramente ligado a um incidente terrorista [pode], mesmo assim, será que qualquer um acha uma AK-47, assim, em qualquer esquina? Os terroristas do Charlie Hebdo tinham essas armas, assim como os do Bataclan na noite de 13 de novembro do ano passado. Ligar propriamente o ato ao terrorismo é uma coisa, mas não enxergar que a origem das armas são sim um sintoma gritante de como o tráfico e o terrorismo se articulam entre si. Além disso: cadê os pormenores? Origem étnica? Descrição detalhada? Nada? Quem eram esses tais criminosos afinal? Fantasmas?


As duas vítimas mortais eram jovens na faixa dos 20 anos que ainda têm de ser identificados




The Local Fr, 07 de agosto de 2016. 


As duas vítimas mortais eram jovens na faixa dos 20 anos que ainda têm de ser identificados
Os dois homens estavam viajando em carros separados através do centro de Marselha [cidade mais muçulmana da França] de manhã, quando o seu caminho foi bloqueado por um terceiro veículo, disse o vice-procurador Andre Ribes.

Quatro homens armados com AK-47 saíram do veículo e abriram fogo, matando um homem conforme ele tentava fugir e o outro ao volante de seu carro, disse Ribes.



As duas vítimas mortais eram jovens na faixa dos 20 anos que ainda têm de ser identificados.

“Dado o método operacional, a probabilidade é que isto se trata de um acerto de contas entre grupos criminosos,” disse Ribes. “O terrorismo está sendo descartado.”.

A terceira maior cidade da França, o porto do Mediterrâneo tem uma reputação longa de violência ligada ao tráfico de drogas.

Dezoito pessoas foram mortas a tiros na região de Bouches-du-Rhone, que inclui Marselha, desde o início deste ano, segundo a polícia. O número de vítimas foi de 13 durante o mesmo período em 2015.

A morte matança de gangues do grupo anterior tem ligações com a deste ano no dia 25 de junho, quando dois homens foram mortos a tiros, também com AK-47, em um conjunto habitacional no norte de Marselha. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário