26 de jul de 2016

Sequestro numa igreja em França termina com morte do padre e dos dois atacantes




TSF, 26 de julho de 2016. 



Dois homens armados com facas entraram numa igreja perto da cidade Rouen e fizeram cinco reféns. A polícia acabou por entrar e abateu os sequestradores. O padre da igreja foi morto pelos atacantes.

Pelo menos um padre, que estava entre os reféns, e os dois sequestradores morreram na igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, próximo de Rouen, na Normandia. Os dois sequestradores foram abatidos por uma unidade de intervenção da polícia.

Um dos reféns do sequestro numa igreja no norte de França encontra-se em estado grave, disse hoje o ministério do Interior francês.

Um porta-voz do ministério do Interior disse ao canal BFM TV que uma pessoa ferida no sequestro, que começou perto das 09:45 (08:45 em Lisboa), se encontra "entre a vida e a morte".

Em comunicado, o ministério público de Paris indicou ter atribuído a investigação do caso à subdireção antiterrorista e a direção-geral de segurança interna francesas.

O presidente francês, François Hollande, decidiu deslocar-se de imediato ao local, perto de Rouen, cidade de onde é oriundo.

O sequestro ocorreu cerca de duas semanas após o atentado de Nice (sudeste), a 14 de julho, reivindicado pelo grupo extremista Daesh, que causou 84 mortos e mais de 350 feridos.

O Daesh, que perdeu terreno no Iraque e na Síria onde proclamou um califado em 2014, ameaça regularmente Paris com represálias pela participação francesa na coligação militar internacional que intervém nos dois países.

Em 18 meses, a França foi atingida três vezes por atentados sem precedentes: 17 mortos em janeiro de 2015, 130 mortos a 13 de novembro e 84 mortos a 14 de julho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário