30 de jul de 2016

Ásia - Grupo chinês reivindica a responsabilidade sobre invasão hacker de monitores em aeroportos no Vietnã




Asian Correspondent, 30 de julho de 2016.



Dois dos principais aeroportos do Vietnã tiveram cenas de confusão após hacktivistas chineses supostamente terem hackeado monitores de check-in colocando informações distorcidas sobre o Mar do Sul da China e insultos ao Vietnã e as Filipinas, informou a mídia local. 

Os sistemas de som nos aeroportos Noi Bai e Tan Son Nhat em Hanói e Ho Chi Minh City, respectivamente, também foram afetados, forçando as autoridades aeroportuárias a desligarem as telas de Check-in e os sistemas de som, da linha VnExpress nesta sexta-feira. 

O site da transportadora nacional, Vietnã Airlines, também foi brevemente tirado do ar.
O jornal citou o vice-ministro dos Transportes Nguyen Nhat como dizendo que os incidentes não afetaram o controle de tráfego de segurança ou o ar nos aeroportos. 

Ele disse que a violação afetou apenas a interface dos monitores que mostram informações de voos da Vietnam Airlines nos dois terminais. No entanto, o sistemas de reservas, juntamente com o controle de voo e segurança não foram interrompidos. 

O Vietnã e as Filipinas estão envolvidos em disputas territoriais com a China sobre partes do Mar da China Meridional. O grupo de hackers chineses 1937cn afirmou estar por trás do ataque. 


Os passageiros nos dois aeroportos ficaram em pânico quando as informações de voo mudaram nos monitores e informações falsas foram vistas na maioria dos guichês durante o incidente da tarde. 

As autoridades disseram que uma mensagem estranha foi ao ar durante cerca de quatro minutos, o que levou todo o sistema de anúncio público a ser desligado. 

Os hackers também postaram um anúncio no site da Vietnam Airlines que afirma que tinha sido hackeado e o seu conteúdo alterado. 

O grupo também postou uma mensagem das reivindicações da China para as águas disputadas, juntamente com uma gravação com insultos contra o Vietnã e as Filipinas, que eram ambos os pretendentes na disputa em curso. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário