23 de nov de 2017

Saad Hariri suspende demissão como primeiro-ministro do Líbano




Euronews, 22 de novembro de 2017 



Pela primeira vez desde o anúncio de demissão a 4 de novembro a partir da Arábia Saudita, Hariri regressou a Beirute e foi convencido pelo Presidente a recuar

O primeiro-ministro libanês, Saad Hariri, prometeu ficar no Líbano, num discurso perante milhares de apoiantes, após o anúncio de que suspendia o seu pedido de demissão a pedido do presidente Michel Aoun.

Não há nada mais precioso que o nosso país”, declarou Hariri perante os apoiantes que se concentraram frente à sua casa no centro de Beirute, respondendo a um apelo do seu partido, Movimento Futuro.

Austrália pede a EUA para reforçarem presença na Ásia




Euronews, 23 de novembro de 2017 



Austrália apela a EUA para combaterem crescente influência chinesa na região

A Austrália convidou os Estados Unidos a reforçar a presença na Ásia e a estreitar laços com as outras democracias da região para travar a crescente influência da China. Um convite que acaba por ser um pedido a Donald Trump para abandonar as suas políticas isolacionistas em prol do bem global.

O livro branco, guia para a diplomacia australiana, foi publicado esta quinta-feira e apesar do apelo a Washington, não deixa de existir uma preocupação para não antagonizar o seu principal parceiro económico.

Cuba e Coreia do Norte juntos contra os EUA




Euronews, 23 de novembro de 2017 



Chefe da diplomacia norte-coreano, Ri Yong Ho, inicia visita oficial a Havana

O ministro de Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, recebeu esta quarta-feira o seu homólogo norte-coreano, Ri Yong Ho, com a crescente tensão na península coreana como pano de fundo.

A pressão internacional, sobretudo dos Estados Unidos, para o país asiático colocar um ponto final ao seu programa de mísseis levou Pyongyang a procurar apoio além-fronteiras e nesse sentido, pode dizer-se que a visita a Havana, um aliado político desde mil novecentos e sessenta, foi um sucesso.

Mulheres são brutalmente torturadas em campos de trabalho forçado na China

Encenação da tortura "espancar com tubos de papel"




Epoch Times, 23 de novembro de 2017 



Na perseguição à disciplina espiritual Falun Dafa na China, longe de serem protegidas por seu sexo, as mulheres são tratadas com muito mais brutalidade do que os homens.

Das mais de 4.000 mortes confirmadas de praticantes desta disciplina da Escola Buda — também conhecida como Falun Gong — mais da metade corresponde ao sexo feminino.

As mulheres são rotineiramente espancadas, eletrocutadas e submetidas a outros tipos de tortura física extrema da mesma forma que os homens, mas além disso tudo elas também são abusadas sexualmente nas prisões por grupos de homens ou pela própria polícia.

Rússia, Irão e Turquia juntos em Sochi pela paz na Síria




Euronews, 22 de novembro de 2017 






Vladimir Putin, Hasan Rouhani e Recep Tayyp Erdogan querem ajudar Bashar al-Assad numa solução política

Rússia, Irão e Turquia adotaram uma declaração conjunta de cooperação para resolverem a crise na Síria e restabeleceram a paz no país de Bashar al-Assad.

Os respetivos presidentes — Vladimir Putin, Hassan Rouhani e Recep Tayyp Erdogan — reuniram-se esta quarta-feira em Sochi, na Rússia, para uma cimeira trilateral onde a crise síria dominou a conversa.

Na China, empresas estrangeiras e pontos turísticos promovem propaganda comunista




Epoch Times, 22 de novembro de 2017 



Por Frank Fang



O Partido Comunista Chinês (PCC) penetra todos os aspectos da sociedade e tem renovado seus esforços para mostrar-se ainda mais presente na vida cotidiana, desde o local de trabalho até as atrações turísticas famosas.

Como um dos maiores mercados do mundo, a China pode ser um lugar lucrativo para as empresas estrangeiras fazerem negócios. Mas mesmo as empresas estrangeiras estão sob crescente pressão para atender os desejos do PCC.

21 de nov de 2017

Alemanha – seis terroristas muçulmanos do Estado Islâmico são presos por trama terrorista contra o mercado de Natal de Berlim




Daily Mail, 21 de novembro de 2017. 






A polícia alemã prendeu seis supostos conspiradores do Estado Islâmico em meio aos temores de que estivessem planejando um ataque no mercado de Natal no aniversário da atrocidade do ano passado, em Berlim

Os homens sírios foram presos durante incursões envolvendo 500 oficiais nas cidades de Kassel, Hannover, Essen e Leipzig. 

Os promotores dizem que eles estavam planejando um ataque coordenado usando “armas e explosivos”.