18 de jul de 2018

Reino Unido: País de Gales – primeiro-ministro galês prioriza a criminalização dos pais que usam castigo físico em seus filhos




Instituto Cristão, 18 de julho de 2018 



O primeiro-ministro galês disse que uma proibição de castigos físicos é uma de suas maiores prioridades durante os seus últimos meses no cargo. 

Carwyn Jones deixará o cargo de primeiro-ministro em dezembro, mas em sua declaração anual feita ontem, ele delineou planos para novas leis que ele quer que a Assembleia Galesa promova no próximo ano. 

A proibição está sendo combatida por ativistas pró-pais do Be Reason. 

O Abuso Contra os Cristãos Coptas do Egito

Gatestone, 17 julho de 2018 






  • A violência e o incitamento à violência dirigidos pelos muçulmanos egípcios contra os coptas, em especial pelas campanhas sectárias organizadas pela Irmandade Muçulmana e grupos do mesmo cunho, constituem crimes contra a humanidade e devem ser tratados como tais pela comunidade internacional.
  • Sabemos que bastam algumas gotas de limão para azedar uma tigela inteira de leite. Os muçulmanos do Egito, como outros tantos muçulmanos em outros lugares, azedaram todo o rio Nilo, tornando-o tóxico por intermédio do preconceito e violência em sua tradição de fé. Nós muçulmanos degradamos nossa cultura através do autoritarismo e da tendência obstinada de culpar os outros pelos nossos problemas. Dessa maneira distorcemos o Islã que acreditamos ser a revelação definitiva.
  • Os muçulmanos do Egito e de outros lugares sabem por experiência própria até que ponto as potências ocidentais traem na prática o que elas afirmam em teoria quando se trata de apoiar povos oprimidos por regimes autoritários.
  • O que há muito se aguarda do Ocidente é uma política robusta para defender e garantir o respeito aos direitos humanos de todos, especialmente das minorias em países de maioria muçulmana... como no Acordo de Helsinki de 1975.

Nós assistimos e nos apavoramos diante das horripilantes imagens de cristãos coptas decapitados pelo ISIS em 2015 na Líbia e dos repetidos atentados nas últimas duas décadas contra igrejas coptas no Egito. Lemos sobre o massacre de Maspero em 2011, quando tanques egípcios, posicionados para protegerem pacíficos manifestantes cristãos, os atropelaram, dilacerando-os. Persiste o recebimento de relatos sobre o rapto de meninas coptas, obrigadas a se converterem ao Islã e forçadas a se casarem com muçulmanos.

17 de jul de 2018

Espanha – proposta do governo socialista por uma constituição em termos de gênero neutro: ideologia de gênero




The Local Es, 16 de julho de 2018 



O governo socialista da Espanha está tentando apagar “preconceitos” de gênero na Constituição, mas o diretor da Academia Real Espanhola, o guardião do idioma, disse na segunda-feira que o plano é impraticável. 

Na semana passada, a vice-primeira ministra Carmen Calvo pediu à Academia que estudasse a atualização da Constituição de 1978 com uma linguagem “inclusiva”.

Nós temos uma constituição muito masculina que remonta há 40 anos”, disse ela, observando que se referia a “ministros e deputados” com a forma masculina do substantivo. 

14 de jul de 2018

Reino Unido – Grupo "religioso" de “orgulho” gay terá serviço de celebração realizado na capela de John Wesley



CBN, 14 de julho de 2018 






Uma organização conhecida como “Christians at Bristol Pride” no Reino Unido, que se descreve em seu site como “representando todas as pessoas e comunidades LGBTQIA +”, está realizando um “Serviço de Celebração” na manhã de sábado na John Wesley’s Chapel no New Room em Bristol, Inglaterra. 

 O evento atraiu críticas da organização evangélica britânica, “Christian Concern”. 

Andrea Williams, presidente-executiva da Christian Concern, divulgou uma declaração sobre o serviço, dizendo: “A herança do ensino bíblico sobre a sexualidade humana foi fielmente proclamada por homens cristãos como John Wesley deve ser mantida pela igreja, não destruída”. 

A Política de abortos da Anistia Internacional, uma ‘ironia grotesca’




Instituto Cristão, 14 de julho de 2018 



A Anistia Internacional declarou que o aborto é "um direito humano". 

Ela votou pela adoção de uma política para apoiar o acesso “seguro” ao aborto em uma conferência realizada na Polônia no início deste mês. 

A organização é hoje uma das maiores promotoras do aborto no mundo. 

Promovendo o aborto

Em seu site, a Anistia diz agora: “O acesso a serviços de aborto seguro é um direito humano. De acordo com a lei internacional de direitos humanos, todos têm o direito à saúde e têm o direito de estar livres de violência, discriminação e tortura ou tratamento cruel, desumano e degradante”. 

10 de jul de 2018

Reino Unido – médico cristão perde o emprego por se recusar a endossar a ideologia de gênero




CBN, 07 de julho de 2018 



Por Dale Hurd 



O médico britânico David Mackereth perdeu o emprego como assessor médico do governo porque não renunciou à sua crença de que o sexo é estabelecido no nascimento. 

Mackereth, de 55 anos, trabalhou como médico para o Serviço Nacional de Saúde da Grã-Bretanha [NHS] durante 26 anos, principalmente em prontos-socorros, mas foi informado que em sua nova posição como “assessor de deficiência” ele deveria identificar pacientes transexuais com o sexo com que eles se identificam, em vez de com o seu sexo de nascimento. 

EUA pedem a Berlim que bloqueiem transferência iraniana





Euronews, 10 de julho de 2018 



O embaixador dos Estados Unidos na Alemanha, Richard Grenell, pediu ao Governo de Angela Merkel para impedir a transferência de 300 milhões de euros em dinheiro vivo que o Irão tem planeada.

Teerão pretende evitar que a quantia seja congelada pelas sanções americanas.

Uma porta-voz do Ministério das Finanças alemão já disse que se está a avaliar a possibilidade de a transferência se realizar através do Banco de Comércio Euro-Iraniano, instalado em Hamburgo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...